Grupo pretende mapear todos aqueles que trabalham com a dança no Estado

Na região do Alto da Serra do Botucaraí, quem está coordenando este trabalho é a professora Karla Portela de Camargo
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Realizar um levantamento de dados para análise da cadeia produtiva da Dança no Rio Grande do Sul e traçar um perfil do setor no estado. Este é o propósito do “Mapeamento da Dança”, que foi criado em abril deste ano e reúne 19 entidades representativas do segmento no âmbito governamental, universitário, institucional, artístico e de articulação política.

Na região do Alto da Serra do Botucaraí, quem vai coordenar este trabalho será a professora Karla Portela de Camargo. “Aceitei fazer parte deste projeto, de maneira voluntária, uma vez que acho importante saber quem são e onde estão os profissionais da dança em nosso Estado. Eu serei a responsável por entrar em contato com os colegas e fazer a mobilização”, conta.

Neste sábado, 22/8, acontece o lançamento do processo de Mapeamento da Dança no RS. Será um evento virtual, com início às 19h e aberto ao público, com transmissão pela página do Facebook. “A partir desta data o formulário estará disponível aos profissionais, que poderá ser acessado neste link: https://forms.gle/ojcrkh9oqYHH2bwo9”, informa.

Karla destaca que não importa o estilo de dança que a pessoa trabalhe. “Pode ser tradicionais gaúchas, samba, dança de salão, dança do ventre, jazz, ballet clássico, projeção folclórica, o que vale é participar e ajudar a construirmos este cadastro. Iniciei por Soledade, mas vou entrar em contato com toda a nossa região”, salienta.

Com as informações coletadas será possível visualizar um panorama artístico, socioeconômico e geográfico da dança no estado. Com o Mapeamento, a sociedade gaúcha e o poder público poderão saber não apenas quantas pessoas vivem da dança no estado, mas como são as relações de trabalho, situação de renda destes profissionais.

Da mesma forma, vai apresentar quais são os tipos de dança realizadas no RS e as cidades onde existem trabalhadores da área, entre outras informações. Essa pesquisa é uma demanda da comunidade da dança do estado e foi indicada como necessidade no Plano Setorial de Dança, de 2014 e no Plano Estadual de Cultura, de 2015.

Entidades que compõe o GT de Mapeamento da Dança no RS: Articula Dança RS/ ASGADAN/ Associação de Circo RS/ ATAC/ Centro Municipal de Dança-SMCPMPA/ Colegiado Setorial de Circo RS/ Colegiado Setorial de Dança RS/ Conselho Estadual de Cultura RS/ FAMURS/ Fórum de Ação Permanente pela Cultura/ Fórum Permanente de Cultura de Pelotas/ SATED RS/ SEDAC RS/ SEPLAG RS/UCS/ UERGS/ UFPEL/ UFRGS/ UFSM.