Início » Notícias » Cidade » Acometido da Covid-19, presidente do Hospital Frei Clemente se recupera em casa

Acometido da Covid-19, presidente do Hospital Frei Clemente se recupera em casa

Carlos Alberto Rocha não necessitou ser internado, porém relata que teve muita falta de ar e que nesta quarta-feira (13) amanheceu melhor
Reprodução / WhatsApp
Reprodução / WhatsApp

O presidente do Hospital de Caridade Frei Clemente, de Soledade, também foi infectado pela Covid-19. Carlos Alberto Rocha está se recuperando em casa, onde não necessitou ser internado, porém relata que passou dias difíceis, com muita falta de ar, mas que nesta quarta-feira, 13/1, amanheceu já se sentindo melhor.

Conforme seu relato, disse que até a terça-feira à noite não estava muito bem. “Atacou traiçoeiro, não sei como contraí, mas passei dias bem debilitado, apático. Hoje que acordei melhor, mas ainda não posso ficar muito tempo em pé, nem falar e me agitar. O bom é que já consigo fazer caminhadas mais longas, sem cansar e sentir falta de ar”, relata.

Ele comenta que no sábado fez a primeira tomografia, sendo que na segunda-feira repetiu o exame apresentou aumento de 25% da lesão no pulmão. “Estou fazendo o tratamento prescrito pelo Dr. Jorge Eli Theisen, com medicação na veia e injeção na barriga, que faço no hospital, e o restante dos remédios sigo tomando em casa. Agora somente aguardar a recuperação total”, assinala.

Beto Rocha, como é conhecido, acredita que por tomar medicação preventiva é que os efeitos dos vírus não foram mais severos. “Minha situação poderia ser pior, mas com fé, orações e energias positivas que recebi, a partir de agora espero evoluir satisfatoriamente. Meu carinho e respeito a todos amigos e comunidade soledadense pelas mensagens e manifestações de apoio”, completa.

Por fim, o presidente do Hospital de Caridade Frei Clemente pede que a população mantenha os cuidados. “Esta doença não é brincadeira, coisas simples que antes fazia em dois minutos agora já demora mais tempo e falta o ar. Nossa torcida é que a vacina chegue logo e possam ser imunizados, claro aqueles que quiserem, para não passar por uma situação dessas”, conclui.