Início » Notícias » Cidade » Prefeita Marilda decide por aplicar efeitos da bandeira vermelha em Soledade

Prefeita Marilda decide por aplicar efeitos da bandeira vermelha em Soledade

Executivo se valeu das prerrogativas da cogestão, que permite aos municípios adorarem regras até o limite das restrições da bandeira anterior
Divulgação / Prefeitura de Soledade
Divulgação / Prefeitura de Soledade

A prefeita de Soledade, Marilda Borges Corbelini, em uma live na manhã desta terça-feira, 23/2, fez o anúncio das medidas referente ao distanciamento controlado. Embora Soledade esteja classificada em bandeira preta, em razão da região de Passo Fundo ter adotado a cogestão municipal, a decisão do executivo é aplicar os efeitos da bandeira vermelha, porém tem suspensão geral das atividades entre 20h e 5h em todas as bandeiras.

Conforme detalhes explicitados pela gestora municipal, nenhum serviço da indústria, comércio e serviços será fechado, porém deverão respeitar regramentos específicos, com uso de máscaras, higienização das mãos com álcool em gel, distanciamento e aferição da temperatura. No comércio, é permitido o atendimento com 1 pessoa a cada 6m², e a indústria o funcionamento é com 75% dos trabalhadores.

Com relação ao setor de alimentação, que inclui bares, restaurantes e lancherias, é permitido a abertura, porém com 50% dos funcionários e 25% do público, podendo ter, no máximo, 6 pessoas na mesa, com distanciamento de 2 metros entre uma mesa e outra. Os clientes deverão permanecer sentados e é proibido o autoatendimento, bem como música ao vivo ou mecânica. Tele-entrega pode funcionar após às 20h, porém o estabelecimento deve estar fechado para atendimento ao público.

Academias poderão funcionar, com 25% da capacidade de trabalhadores e frequentadores, observando distanciamento de 16m². Atividades físicas ao ar livre de igual forma podem ser praticadas, porém mantendo distanciamento mínimo de 1m, sendo vedado a prática de esportes coletivos, como exemplo, o futebol.

Já relativo a educação, o início do ano letivo no sistema municipal de ensino está previsto para acontecer no dia 8/3, com os alunos de 4 e 5 anos da Educação Infantil, e para os alunos do 1º e 2º Anos do Ensino Fundamental (Anos Iniciais). A prefeita ressalta que nesta primeira semana de aula não funcionará o transporte escolar.

Por fim, Marilda enfatiza que a Fiscalização Municipal será reforçada, porém pede que a população utilize de forma séria e responsável, sendo que o telefone para denúncias é (54) 9 9950 7258. Da mesma forma, o trabalho vai contar com apoio da Brigada Militar. “Vamos nos cuidar, estes próximos 15 dias serão de cuidados redobrados, onde pedidos a colaboração de nossa comunidade para que nosso sistema de saúde não entre em colapso”, conclui.