Início » Notícias » Coagrisol » Associados aprovam em Assembleia a incorporação da Coagrisol pela Cotrijal

Associados aprovam em Assembleia a incorporação da Coagrisol pela Cotrijal

Camila Peres / ClicSoledade
Camila Peres / ClicSoledade

Em um ato já considerado histórico para o cooperativismo agropecuário gaúcho, os associados da Coagrisol deliberaram em Assembleia Geral Extraordinária realizada nesta quinta-feira, 23/12, pela aprovação da incorporação da cooperativa sediada em Soledade pela Cotrijal Cooperativa Agropecuária e Industrial, que tem sede em Não-Me-Toque.

O encontro aconteceu no auditório Egydio Pederiva, em Soledade, contando com cerca de 200 cooperados presentes, bem como os conselhos de Administração e Fiscal da Coagrisol e os dirigentes das duas cooperativas. No ato, foram apresentados os motivos para a incorporação e o resultado de reuniões de debates já feitas com associados. Na votação, foram praticamente 100% dos votos favoráveis a incorporação, com apenas um voto contrário entre mais de 200 sócios presentes e aptos a votar.

Através desta incorporação, a Cotrijal assumirá todos os bens, direitos e obrigações da Coagrisol, onde os associados migrarão para a Cooperativa que tem sede em Não-Me-Toque, sem perder absolutamente nenhum bem ou direito. Esta união vem sendo estudada e planejada deste agosto deste ano, quando as cooperativas firmaram uma Aliança de Intercooperação, que evoluiu significativamente até que os dirigentes de ambas as organizações submeteram aos respectivos Conselhos a possibilidade de uma união, com foco em propiciar diversos ganhos para as cooperativas e especialmente seus associados.

DECISÃO

Conforme o presidente da Coagrisol, José Luiz Leite dos Santos, a cooperativa, que tem 52 anos de atividades, vive uma carência histórica de necessidade de investimentos, e mesmo estando sólida, tem pouca capilaridade para seguir crescendo. “Somos uma cooperativa forte, porém limitada, e diversos estudos internos e externos mostram que a união é único caminho pelo qual poderemos crescer em escala e com isso também impulsionar os nossos associados. Foi uma decisão difícil, mas construída com muita clareza, seriedade e compromisso de honrar o legado de nossos precursores, mas também garantir a continuidade de nossas atividades com solidez. Da mesma forma, é uma honra poder estar caminhando junto com a maior cooperativa agropecuária do RS, que é a Cotrijal, que com esta união ficará ainda mais forte”, diz.

Leite pontua que a decisão pela incorporação foi debatida com os sócios através de reuniões realizadas desde o início do mês, onde a aprovação foi superior a 90% e selada com a aprovação na Assembleia Extraordinária. Segundo o dirigente, o cooperado entendeu que a cooperativa tem necessidades e encontrou uma excelente oportunidade. “Não é comum termos este tipo de movimento, pois ambas as cooperativas estão fortes conforme suas proporções. Decidimos não esperar outros fatores como uma possível estiagem e outros movimentos de mercado para tomar esta decisão, fazendo com que o produtor associado não perda absolutamente nada, pelo contrário, apenas ganhe” finaliza.

PRÓXIMOS PASSOS
Com a aprovação feita pela Coagrisol, a Cotrijal também colocará o tema em apreciação de seus associados em Assembleia Geral Extraordinária que acontecerá às 14h desta quinta-feira, 23/12. Caso aprovado, será formada uma comissão com três associados de cada cooperativa para elaborar um parecer sobre a incorporação, que será apreciado em uma assembleia conjunta das cooperativas previsto para acontecer em fevereiro de 2022, selando assim a incorporação.

O QUE MUDA PARA O PRODUTOR

Ambos os dirigentes das cooperativas lembram que para o produtor da Coagrisol, quando a incorporação for homologada, a única coisa que mudará será a marca, que gradualmente deixará de existir. Demais aspectos como cota capital, saldos de produtos, contas a pagar e receber serão integralmente mantidos, apenas migrados da Coagrisol para a Cotrijal. Da mesma forma, as unidades e equipes de funcionários serão mantidos sem alterações, apenas passando a ter a denominação da Cotrijal.

VISÃO DE FUTURO

Nei César Manica, presidente da Cotrijal destaca que esta união irá ser um marco para o cooperativismo gaúcho e brasileiro. “O mercado mundial tem nos mostrado diversos aspectos que tornam esse momento como primordial para esta união. Estamos nos somando para agregar ainda mais valor ao agronegócio e garantir o futuro de nossas propriedades e produtores de forma sustentável, arrojada e com todos os diferenciais que o cooperativismo apresenta. Todos os produtores podem ter certeza de que cresceremos juntos, pois juntos somos mais fortes”, aduz.

SOBRE AS COOPERATIVAS

A Cotrijal promove o agro inovador, seguro e sustentável e hoje é a maior cooperativa do Rio Grande do Sul. Em 2020, fechou com faturamento histórico de R$ 2,4 bilhões, registrando um crescimento médio de 19% nos últimos 5 anos. Fundada em 1957, está presente em 35 municípios do Rio Grande do Sul, contando com 57 unidades de recebimento de grãos, com mais de 920 mil toneladas de capacidade de armazenamento, além de Unidade de Beneficiamento de Sementes, Fábrica de Rações, Transportes Cotrijal e um complexo de 22 lojas, nove supermercados e um atacado. Atualmente, são mais de 8 mil associados e 2 mil colaboradores. É a cooperativa promotora da Expodireto Cotrijal, grande feira agrodinâmica e de negócios, de caráter internacional.

Fundada em setembro de 1969, a Coagrisol está em 28 municípios gaúchos, conta com estruturas próprias e arrendadas para recebimento, secagem e armazenagem de cereais e comercialização de insumos, representada por um complexo de 33 unidades, com capacidade de armazenagem de 315.600 toneladas. Também possui 6 unidades de supermercados, 10 lojas de material de construção, móveis, eletrodomésticos e agropecuárias, três centros de distribuição, uma transportadora com 17 veículos de carga, 3 unidades operacionais, 1 centro administrativo e 1 TRR. Atualmente, são mais de 14,7 mil associados e um quadro de colaboradores com cerca de 500 funcionários. Em 2020, a cooperativa teve faturamento de R$ 871 milhões.