Início » Notícias » Saúde » Hospital Frei Clemente de Soledade suspende internações na UTI-Covid

Hospital Frei Clemente de Soledade suspende internações na UTI-Covid

Medida foi tomada pela direção e equipe técnica em razão da falta de medicamentos, outros insumos e equipamentos
Lucas Oliveira Bicudo / ClicSoledade
Lucas Oliveira Bicudo / ClicSoledade

Em nota oficial, a direção, administração, direção técnica e clínica do Hospital de Caridade Frei Clemente, em Soledade, comunicou a suspensão das internações na UTI-Covid. A decisão foi tomada em face a falta de medicamentos no mercado farmacêutico, que são utilizados em pacientes acometidos da doença, especialmente os que necessitam ser intubados.

Outro fator que agrava a situação é a escassez de outros insumos, aliado ao aparelho de gasometria estar em manutenção. No documento, são ressaltados os deveres éticos dos profissionais da saúde, assim como do hospital, que está comprometido com a segurança, assistência e boa prática médica, que também devem ser considerados.

 

Enquanto não houver reposição dos estoques de medicamentos e restabelecidas as condições de atendimentos, orienta que os órgãos reguladores encaminhem para outras instituições de saúde os pacientes que necessitarem de tratamento na UTI-Covid. A mesma orientação é válida para aqueles que apresentem instabilidade clínica, que possam evoluir para um tratamento intensivo.

Carlos Alberto Rocha, presidente do Hospital de Caridade Frei Clemente, informa que somente 4 leitos de UTI-Covid foram renovados pelo Estado e todos eles estão ocupados. Reforça que a medida será mantida até que seja normalizado o fornecimento de medicamentos e que a equipe tenha condições técnicas para o bom atendimento dos pacientes.

Nesta terça-feira (6), a casa de saúde de Soledade recebeu uma remessa de 25 ampolas de Atracurio 5ml, sendo que cada paciente utiliza, em média, 10 frascos/dia. “Reconhecemos o esforço do Governo Federal e Estadual, que estão nos ajudando a conseguir estes medicamentos, porém a situação é igual para todos, que sofrem com esta escassez. Há informações que talvez na quinta-feira (8) serão enviados mais”, finaliza.