Início » Notícias » Educação » Rede Estadual de Ensino se encaminha para encerramento do ano letivo

Rede Estadual de Ensino se encaminha para encerramento do ano letivo

Alunos que obtiveram média 6 ou mais, já entraram em férias nesta sexta-feira (8). Os demais seguem cronograma de exames e recuperação
Arquivo / ClicSoledade
Arquivo / ClicSoledade

O ano de 2020 foi atípico, onde diversos segmentos necessitaram se adaptar em razão da pandemia, entre eles, também o da educação. Nesta sexta-feira, 08/1, as atividades letivas se encerraram para aqueles que alcançaram média 6,0 ou mais, sendo que os alunos que obtiveram nota menor tem a possibilidade do exame e, ainda assim, a recuperação.

Janete Borges Cavallini, coordenadora da 25ª CRE, explica que o ano letivo de 2020 foi dividido entre o primeiro e segundo semestres. “Avaliou-se os trabalhos e atividades propostas, somadas as notas e dividido por dois, resultando na média de cada um. Para quem atingiu 6 ou mais, já estão em férias”, salienta.

Aqueles que ficaram com pendências ou não conseguiram atingir a média, na próxima segunda e terça-feira (11 e 12/1) será aplicada uma prova, onde o estudante tem que chegar a nota 5,0. “Já aqueles que não conseguirem, terão que ficar em recuperação do 13 a 29 de janeiro, bem como aqueles alunos que estavam em busca ativa e que não realizaram as atividades. Peço que entrem em contato com a escola para ver qual será a modalidade desta atividade”, alerta.

No final de janeiro terá uma outra prova para estes alunos que estavam em recuperação. “Se aprovarem ok, do contrário, vão para o ano subsequente com pendências, ou seja, terão que fazer o plano de ação complementar e mais a série regular, isso significa fazer 2 anos em 1, e que, se não houver dedicação, será reprovado em 2021”, completa a titular da 25ª CRE.

Ano letivo 2021

Diante da pandemia de coronavírus e da necessidade de priorizar a segurança de alunos, professores e comunidade escolar, em 2021 a Secretaria Estadual da Educação (Seduc) irá dar continuidade ao modelo híbrido de ensino. As aulas na Rede Estadual de Ensino, incluem atividades presenciais e remotas, acontecem por meio da plataforma Google Sala de Aula.

Janete comenta que a equipe está fazendo contato com os Prefeitos e Secretarias de Educação da região para ajustar detalhes. “Estamos alinhando para que o transporte escolar seja oferecido. O início das aulas ainda poderá sofrer ajustes já que o intuito é conseguirmos começarmos mais ou menos juntos, Estado e Municípios. Não se pode afirmar data exata, mas se fala no dia 8 de março”, informa.

Por fim, a coordenadora da 25ª CRE acrescenta que o modelo híbrido vai contar com 50% dos alunos em cada dia, seguindo rigorosamente os protocolos sanitários. “Os que estão em casa assistirão a mesma atividade daqueles em sala de aula. Considerando o retorno em início de março, com certeza ainda não teremos a vacinação em massa, e deste modo, por um bom tempo temos que continuar seguindo os protocolos. Já o modelo híbrido acredito que será permanente, aprimorando cada vez mais”, conclui.